Thiago Zavaschi R2 www.zavaschi.com

5Jul/120

SQL Server Analysis Services – Query Log 2000 x 2005+

Olá pessoal,

Estando no time de suporte premier da Microsoft recebo muitos chamados de clientes que desejam migrar seu Analysis Services do 2000 para versões mais recentes como o 2008 R2 e 2012.

Uma dúvida comum é sobre as diferenças entre a versão 2000 e as demais.

Hoje falaremos das principais diferenças do query log do SSAS 2000 para os SSAS posteriores.

O SSAS possui capacidade de logar informações sobre as queries que são disparadas contra o servidor (não estou falando do Profiler (traces) e nem do Flight Recorder (que também é um trace)) conhecido como query log.

O SSAS não armazena evetivamente a query executada, porém armazena informações sobre quais atributos e measures foram utilizadas, que mais tarde pode ser utilizada pelo wizard de otimização baseado em uso.

O SSAS 2005 (e os posteriores) não loga as queries na tabela de log de queries por padrão. Para fazer o log você deve explicitamente ativar esse recurso nas propriedades do SSAS.

A partir do SSAS 2005 não é possível utilizar o Access como repositório para o log de queries. Obrigatoriamente você terá de usar uma database do SQL Server para isso.

O SQL Server não precisa residir no mesmo computados que o SSAS.

O Analysis Services não utiliza mais o registro do windows para armazenar suas propriedades. Todas as propriedades do servidor SSAS que controlam o comportamento do query log são acessíveis através do Management Studio ou através da modificação do arquivo de configuração do SSAS.

O formato (campos e tipos de dados) da tabela de log mudou. Se você utiliza para algum outro fim, você precisará ajustar seus scripts personalizados.

Para maiores informações sobre como configurar o query log do SSAS segue o link (em inglês):

http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc917676.aspx

Obrigado!