Thiago Zavaschi R2 www.zavaschi.com

10May/132

Analysis Services Internals – Formula e Storage Engines (e como funciona o cache?)

Olá pessoal!

O tópico de hoje é para servir de base a todos que desejam conhecer um pouco mais de como o servidor do Analysis Services (SSAS) trabalha por trás dos panos.

Existem diversos mecanismos internos que são responsáveis / interagem no processamento de uma query que é enviada ao servidor de análise (o processo detalhado de execução de uma query vou abordar em um tópico futuro específico): XMLA Listener, Formula Engine, Storage Engine e assim por diante.

Esse post abordará sobre o que é e para que servem a Formula e a Storage Engine.

17Apr/121

Hierarquias no Analysis Services

Olá!

Hoje irei comentar um pouco sobre hierarquias no Analysis Services, seus benefícios e alguns dos parâmetros importantes quando definimos/criamos uma.

Os elementos que compõem uma dimensão são chamados de atributos. Estas dimensões são responsáveis por dar contexto às medidas (measures) numéricas contidas no cubo (total de vendas, quantidade de vendas ano sobre ano, entre outras de acordo com o seu negócio) e muitas vezes podem conter dezenas de atributos.

Com uma grande quantidade de atributos pode ser complicado a um usuário de uma ferramenta de análise (Excel por exemplo) navegar por estes atributos. Para facilitar esta navegação, podem ser criadas hierarquias dentro destas dimensões. Além de facilitar a navegação (drill down e drill up), o SSAS consegue se utilizar destas hierarquias (desde que os atributos tenham um relacionamento natural) para criar índices e agregações pré-calculadas e assim agilizar o tempo de resposta das queries dos usuários.